TRADUTOR! TRANSLATE

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

DEVEMOS JULGAR OU CONDENAR O NOSSO PRÓXIMO?

"Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados"   Lucas cap. 6 v. 37
 Não julgueis... Não condeneis.  Para o nosso próprio bem, não devemos julgar.  Nem mesmo juizo piedoso.  Jesus proibiu toda forma de julgamento e alertou que a condenação é dupla:  condenamos o próximo e também a nós mesmo. 
Soltai e soltar-vos-ão.  Nossos ódios e rancores mantêm as pessoas num cárcere invisível mais inexpugnável do que a pior fortaleza da terra.  Suas vidas não andam e as prejudicamos em todos os sentidos.  Porém, nós mesmo, os carcereiros, estamos na mesma prisão, infelizes, retidos em amargura e tormentos.  Jesus ensinou que temos que soltar aqueles prisioneiros, para que também sejamos soltos.  E este alvará de soltura só é liberado pelo próprio carcereiro, através do perdão.  Jesus disse: "Áqueles a quem perdoardes os pecados, são-lhes perdoados: e àqueles a quem os retiverdes, são-lhes retidos"  (Jo 20:23).
Podemos soltar ou prender as pessoas.  Mas, o que ganhamos em reter os pecados dos outros?  Apenas mais cárcere e sofrimento.
Para entender melhor sobre esta questão, leia a parábola do "Mordomo Sagaz" (Lc. 16).
Com a medida com que medis vos medirão a vós.  Nossos parâmetros estabelecem os critérios futuros:  se não julgamos ninguém, também não seremos julgados.  Se somos misericordiosos, também alcançaremos misericórdia.  Se somos rigorosos para julgar, também seremos julgados com rigor.  Por isso, além de ser uma questão de obediência, não julgar é uma questão de prudência.  Tiago escreveu em sua carta:  "Porque o juizo será sem misericordia sobre aquele que não fez misericordia; e a misericórdia triunfa sobre o juízo"  (Tg.2:13).
A misericórdia levará muitos à bem-aventurança eterna.  Jesus disse:  " Bem-aventurado os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia"  (Mt.5:7).
Glórias seja dado ao Grande Nome do Senhor Jesus Cristo!

8 comentários:

Lucinalva disse...

Olá
Linda mensagem, o Senhor valoriza um coração misericordioso. Tenha um dia repleto de alegrias.

Salviano Adão disse...

Olá querido, meu nome é Salviano Adão do blog; A única verdade em sua própria bíblia. Muito obrigado pela força, O seu banner já está no meu blog.
Deus abençoe.

Projeto de Deus disse...

Muito boa a postagem,Deus abençõe..

ELIANE ALVES disse...

OLA MEU AMADO!! QUE POSTAGEM TREMENDA VC ARREBENTOU!! QUE DEUS CONTINUE TE USANDO CADA VEZ MAIS!! BJS DA SUA ESPOSA ELIANE ALVES

ELIANE ALVES disse...

OI MEU QUERIDO ESPOSO SUA POSTAGEM ESTA MARAVILHOSA,QUE ELA VENHA FALAR EM CADA CORAÇAO Q ENTRAR NO SEU BLOG, PQ REALMENTE VC É UM HOMEM DE DEUS DEUS TE USA E MUITO VC É UM CANAL DE BENÇAO PARA TODOS NOS!!! FICA NA BENÇAO UM SUPER BEIJO SUA ESPOSA ELIANE ALVES

Alberto Couto Filho disse...

Abençoamado Ecio

Paz

Seu texto tem duas peculiares características:
> Breve, poucas, mas sábias palavras;
> Imenso, grandioso em extensão espiritual.
Parabens
Alberto

Pr. Bessa disse...

Olá amado. Visitei já estou te seguindo e está de parabéns pelo belo blog. Que o Senhor JESUS CRISTO te abençoe sempre.

Visite-me e siga-me tb. Quanto o meu link que vc solicitou encontra-se no blog.

Acesse e deixe tb seu comentário. http://iijesuseocaminho.blogspot.com/

Abraços e fik com DEUS.

Anônimo disse...

Ótimo texto. Parabéns!
A misericórdia deve estar presente nas nossas atitudes, pensamentos, palavras e principalmente em nosso coração. Na verdade, não só a misericórdia, mas também o perdão. É perdoando primeiro a nós mesmos que conseguimos perdoar o próximo. É uma atitude que depende de quem deseja ser perdoado para só assim poder perdoar. Sem dúvida é ótimo sentir que plantamos algo bom. Quando faço isso, sinto-me mais leve, despreocupado e à vontade. Desejo que todos também sintam o que posso sentir.
Lutem! Não há sucesso sem esforço -(Luiz de Souza)
Que Deus vos abençoe!
Lucas Ribeiro